fbpx
imóvel-novo-ou-usado

Imóvel novo ou usado: saiba o que considerar antes de decidir

Quando o assunto é compra de imóvel novo ou usado, as diversas opções existentes no mercado podem deixar muita gente na dúvida. Nas propriedades novas, existe tanto a possibilidade de comprar na planta — ou seja, quando ainda está sendo projetado — quanto comprar depois de pronto.

Os imóveis usados também apresentam as suas próprias peculiaridades, do ponto de vista das vantagens e desvantagens que traz. Devido a isso, conhecer todo esse contexto para tomar a melhor decisão se torna a melhor estratégia no momento da compra.

Se você está pensando em comprar um imóvel novo ou usado, mas ainda não sabe por qual irá se decidir, continue lendo e confira as informações que temos a seguir.

Acabamento

Se optar por um imóvel na planta, você terá a possibilidade de negociar algumas de suas características antes de ele ser concluído. Isso é certamente uma vantagem, se comparado a um imóvel já acabado, no qual você não pode escolher os recursos utilizados. Todavia, sempre existe o risco do resultado final não ficar à altura do previsto, sendo necessário saber bem com quem você está negociando para evitar decepções futuras.

Se considerarmos o apartamento novo, já acabado, você pode se beneficiar pesquisando bem e visitando os locais de interesse. Nessas pesquisas, pode encontrar o imóvel ideal, que precisará de ajustes mínimos para ficar do seu gosto ou, quem sabe, até encontrar algo que já esteja do seu gosto.

Imóveis usados costumam ter um valor bem mais em conta, mas podem exigir alguns ajustes, manutenções e reformas para atender os seus interesses, já que foram construídos em outra época com outras necessidades. Ainda assim, você pode contar com a ajuda de uma boa imobiliária — ela ajudará você a encontrar a propriedade certa!

Espaço de lazer

Antigamente, por uma série de razões — que iam desde o tamanho das famílias ao acesso às vias públicas com mais frequência —, as pessoas não sentiam necessidade de ter um espaço privado de lazer como têm hoje em dia. Por isso, imóveis usados tendem a apresentar a vantagem de serem maiores e mais baratos que os novos, mas têm a desvantagem de não possuírem áreas internas de lazer.

Os imóveis novos apresentam uma tendência contrária à citada anteriormente, ou seja, eles têm menor espaço físico interno, mas possuem amplas áreas de lazer que podem atender as crianças com playground e piscina, por exemplo, ao mesmo tempo em que atendem adultos com área para churrasqueira.

Certamente, ambas as possibilidades oferecem boas oportunidades ao comprador, que deverá avaliar o que cabe melhor em seu bolso e o que vai ao encontro de seus anseios.

Localização

O metro quadrado em áreas centrais das cidades vem se tornando cada vez mais caro devido à escassez de espaço que o crescimento acelerado das cidades tem gerado. Por isso, é muito mais fácil encontrar imóveis usados, de bom tamanho e com preço mais acessível nessas áreas do que em propriedades novas, que geralmente estarão inseridas dentro de condomínios luxuosos construídos a um alto preço.

Ainda assim, se você não fizer questão de estar nestas regiões centrais, haverá sempre a possibilidade de viver em condomínios com excelente qualidade de vida. Esses locais mais afastados da cidade podem oferecer diversas facilidades dentro do perímetro, as quais compensarão a distância.

Saiba tudo sobre as etapas de financiamento de imóvel

Novamente, o segredo é sempre pesquisar bem e considerar, também, a consulta a uma boa imobiliária para ajudar você a ter maior discernimento entre as várias opções existentes.

Diferença de preço

Conforme enfatizamos em alguns trechos, os imóveis usados apresentam a vantagem de terem preços mais acessíveis, mesmo quando estão em regiões de alto padrão. Porém, apresentam a desvantagem de não poderem ser 100% financiados — como acontecem com os imóveis novos —, se limitando a 80% de parcelamento do valor total e o restante para entrada.

O imóvel na planta também sai mais barato, pela compra ter sido feita antes mesmo da construção estar pronta. Além disso, o imóvel poderá ser valorizado ao final da obra em até 20% do valor pago. Isso se torna, inclusive, uma excelente forma de investimento — para quem pensa em passá-lo para frente como forma de gerar renda.

O imóvel novo, já acabado, tende a ser mais caro, mas apresenta a vantagem — que mencionávamos anteriormente — sobre você poder ver o resultado final pronto, sem correr o risco de se desgastar com decepções na construção realizada pela incorporadora.

Estado de conservação

Obviamente, imóveis usados podem precisar mais de reformas e alguns ajustes técnicos relativos à manutenção, como fiação e encanamento — que podem gerar alguns transtornos caso você não avalie bem o que está comprando.

Existe ainda a questão dos condomínios pagos em prédios antigos: eles costumam sair até mais caro do que construções novas, pelo fato de que o valor foi reajustado várias vezes no decorrer dos anos a fim de fazer as obras necessárias para funcionamento do condomínio.

Quando se está em um imóvel novo e bem construído, essas questões dificilmente serão um problema e, caso possa pagar por uma propriedade como essa, esse quesito da conservação tende a ser mais vantajoso que nos imóveis usados.

Burocracia

A compra de um imóvel usado exigirá de você certo conhecimento, perseverança e paciência se quiser fazer tudo por conta própria. Isso porque a transferência de titularidade do antigo proprietário para o seu nome exige uma série de documentos e processos burocráticos junto ao cartório; para lavrar a escritura e realizar o registro da propriedade em sua posse.

Nessas horas, a melhor opção é contar com uma imobiliária! O motivo disso é que você terá a ajuda de profissionais especializados que lidam diariamente com essa questão, e que não enfrentarão a menor dificuldade para auxiliar você a resolver toda essa parte burocrática com segurança e tranquilidade.

Na compra de um imóvel novo, independentemente se na planta ou já acabado, também serão demandados alguns documentos, que você deverá providenciar para realizar a negociação — ainda que seja um pouco menos burocrático do que no caso dos usados.

Em ambas as situações, contar com o auxílio profissional das imobiliárias aparece como grande vantagem que precisa ser aproveitada por quem se encontra nesse momento decisivo.

Gostou de receber estas dicas valiosas sobre o que você precisa considerar antes de comprar um imóvel novo ou usado? Então, entre em contato conosco agora mesmo e fique um passo mais próximo da sua casa nova.

Saiba tudo sobre as etapas de financiamento de imóvel

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.