fbpx
tipos de residência

Conheça 10 tipos de residência e suas características

Procurar o seu “imóvel ideal” pode parecer difícil, existem vários tipos de residência e cada uma delas foi pensada de maneira singular e possui suas próprias características. Por esse motivo, hoje vamos te mostrar algumas para que você entenda qual se encaixa melhor no seu perfil e suas necessidades. Continue lendo para conferir!

Se você está procurando seu imóvel, já deve ter percebido que existem vários tipos de residência com variadas características, abrindo um leque de opções na hora de escolher onde morar. Nesse momento é preciso que você leve em consideração todas as suas necessidades e as de quem vai morar com você. Estão procurando por um espaço amplo? O barulho dos vizinhos te incomoda muito? Quantos quartos? Todas essas perguntas são importantes para que você acerte na decisão. Veja agora qual é a melhor opção para você!

Tipos de residência

  • Casa geminada
  • Loft
  • Kitnet
  • Flat
  • Studio
  • Cobertura
  • Área privativa (ou Garden)
  • Apartamento duplex
  • Sobrado
  • Bangalô

Casa geminada

As casas geminadas, como seu próprio nome diz, são casas conjugadas. Elas são construídas em um mesmo terreno e compartilham suas paredes com as residências laterais.

A disposição interna é a mesma para todos os moradores, ou seja: não há divergência em número de cômodos entre uma casa e outra.

Um dos pontos fortes desse tipo de construção é a segurança. Por serem várias casas em um só condomínio, isso acaba inibindo práticas criminosas. O ponto negativo fica por conta da divisão de paredes entre as residências. Muitas vezes é possível escutar mais do que deveríamos da casa do nosso vizinho, causando certo desconforto e falta de privacidade. Nada que um bom isolamento acústico não resolva.

casa geminada
Exemplo de casa geminada

Loft

O loft é um estilo de construção que tem como inspiração os galpões e armazéns dos Estados Unidos nos anos 70. Até hoje é visto como um ambiente inovador, procurado principalmente por pessoas solteiras ou casais, visto que ele não possui divisão de ambientes.

É comum encontrarmos lofts com pé direito duplo e mezanino, onde é localizado o quarto. Essa característica de espaço aberto faz do loft um ambiente bem iluminado e ventilado. Por ser inspirado nos galpões industriais, muitas das decorações usadas nesses imóveis são voltadas para esse estilo.

É comum vermos materiais como cimento queimado, tijolinhos, madeiras mais escuras e principalmente tubulações e fiações expostas.

loft
Exemplo de loft

Algumas pessoas tem dificuldade em diferenciar flat, kitnet e loft. Então continue lendo para entender direitinho as características de cada um!

Kitnet

A kitnet é um tipo de residência muito comum no Brasil, principalmente nas grandes cidades. O tamanho depende muito do bairro ou região em que estão localizadas, mas em sua maioria, é comum que sejam pequenas: de 20 a 40m². Diferente do loft, nesse tipo de construção existem as divisões entre os cômodos e a cozinha segue o estilo americano, buscando otimizar o espaço.

Por muito tempo esse tipo de moradia foi visto mal visto e não era valorizado, mas com o passar do tempo, os proprietários passaram a tentar trazer ideias e inovações para o espaço, modernizando o ambiente e atraindo cada vez mais interessados, principalmente casais ou quem busca morar sozinho.

Flat

Esse tipo de moradia é uma ótima opção para quem busca por comodidade e facilidade no dia a dia. Os flats também são conhecidos como “apart hotel” e oferecem serviços como restaurante, limpeza, segurança, entre outros.

Existem flats de todos os tamanhos. Alguns não possuem divisórias entre os ambientes, já outros são amplos e contam até com cozinha. 

Uma característica interessante desse tipo de imóvel é a possibilidade do aluguel por temporada. Muitas pessoas buscam esse tipo de residência quando estão em uma cidade temporariamente e não possuem muito tempo para as tarefas domésticas.

bairro-perfeiro-pro-seu-imovel

Studio

O studio é um tipo de imóvel muito parecido com o loft. Sua característica principal é não ter divisória de paredes, ou seja: possui cômodo único. Sua sala é integrada com cozinha e quarto, mas a falta de divisão no studio não é um problema quando falamos de espaço.

Esse tipo de imóvel é amplo e mesmo sem as paredes, é possível dividir bem os cômodos devido ao seu tamanho. Essa é outra ótima opção para casais que não tem intenção de aumentar a família e também os solteiros. Os studios, diferente das kitnets e lofts, são mais encontrados em regiões nobres e costumam ter áreas de lazer mais robustas, com variadas opções para os moradores.

Cobertura

As coberturas são um dos tipos mais procurados por quem está buscando uma residência. Localizadas sempre no último andar, elas proporcionam além do espaço amplo extra no apartamento, vistas privilegiadas da região onde está localizada.

Não raramente, coberturas costumam contar com churrasqueira e piscinas ou jacuzzis, trazendo maior conforto para dentro do apartamento. Moradores de coberturas com esse tipo de estrutura não precisam sair do imóvel para nada no que diz respeito à lazer, pois possuem quase tudo que a área comum também oferece.

Área privativa ou garden

As áreas privativas (também chamadas de garden, dependendo da região) são espaços abertos localizados nos apartamentos do térreo. Possuem o mesmo objetivo da cobertura, mas por estarem no primeiro andar, contam com uma dinâmica diferente.

A primeira diferença entre os dois imóveis é o preço. Em alguns casos, por estarem no primeiro andar, as áreas privativas custam mais barato. A privacidade também é um fator a ser considerado, visto que dependendo da sua estrutura física, a área privativa pode ser mais exposta aos vizinhos dos andares de cima.

Apartamento duplex

Como o próprio nome diz, os apartamentos duplex são aqueles que possuem dois andares. É uma ótima opção para as pessoas que não querem abrir mão do espaço, mas preferem morar em edifícios verticais.

A disposição dos cômodos em apartamentos duplex costuma ser áreas sociais como sala, cozinha e área de serviço no primeiro pavimento e no segundo pavimento os ambientes mais privativos, como quartos, suítes e escritórios.

Sobrado

Os sobrados são nada mais nada menos que qualquer construção que possua dois ou mais andares. Esse termo é utilizado tanto em imóveis comerciais quanto residenciais. É um tipo de moradia versátil, encontrada em tamanhos e características diferentes. Por possuir mais de um andar, é muito procurada por famílias grandes, que visam espaços amplos e conforto.

Bangalô

Os bangalôs não são construções muito vistas nas cidades. São casas térreas, de apenas um pavimento e normalmente possuem também uma grande varanda. Elas são muito comuns em áreas praianas e interioranas. Carregam consigo um ar charmoso, aconchegante. Pode ser uma ótima pedida se você estiver buscando construir uma casa para sua família passar férias!

Agora que você já conhece os diferentes tipos de moradia existentes, ficou mais fácil escolher o que é melhor para você e sua família, né? Esperamos que tenhamos tirado todas as suas dúvidas sobre tipos de residência! Mas se ficar qualquer outro questionamento, é só nos procurar aqui nos comentários ou nas redes sociais da VPR Imóveis. Estamos sempre disponíveis para tirar as suas dúvidas sobre esse ou qualquer outro assunto do mercado!

Não deixe também de continuar navegando pelo nosso blog. Por aqui, falamos não só sobre o mercado imobiliário mas também te damos várias dicas sobre o dia a dia, arquitetura e mais. Até a próxima!

bairro-perfeiro-pro-seu-imovel

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.